Príncipe de Ouro
Sítio Monte Alto e Fortaleza
Origem São Gonçalo do Sapucaí, MG
Produtor Alessandro Hervaz
Variedade Bourbon Amarelo
Processo de produção Colheita Seletiva
Perfil de torra Média
Sabor Notas de calda de abacaxi e doce de laranja
Acidez Cítrica
Finalização Longa, doce e refrescante

Conheça o produtor por trás desse café

Sobre a Fazenda

Os cafés da família Hervaz já são figurinha carimbada nos pódios de concursos de qualidade de cafés, tanto regionais quanto nacionais. Em 2018, um lote da família ficou entre os 10 finalistas do Cup of Excellence, uma das competições mais valorizadas da qualidade do café no mundo.

Mas para chegar aqui, o produtor Alessandro e sua família percorreram um grande caminho. A partir de um sonho do seu pai de voltar para a zona rural, em 1993 Alessandro foi para o Sul de Minas com ele e mais seus dois irmãos para mudar para sempre a história do café especial.

Apesar de até então não ter tido contato com cafés, Alessandro já vinha da 3ª geração da família que, de alguma forma, já havia trabalhado com o café.

Seu pai, que já tinha experiência do manejo antigo do café, começou a produção na nova propriedade. Mas, Alessandro com os irmãos foram em busca dos novos tratos e tecnologias para trazer para a fazenda novas tendências de produção. Ser um “outsider” do café o fez buscar novidades e adquirir conhecimentos para trabalhar melhor o café e que fez a diferença para a produção dos grãos de qualidade.

Não só isso, Alessandro se juntou com outros produtores da região para criar uma associação visando abrir novas oportunidades para quem trabalha com o café. Foi daí que surgiu a APAS - Associação dos Produtores do Alto da Serra, cujo objetivo principal é reunir produtores da região para mostrar ao mundo a qualidade dos frutos plantados lá e para reunir pessoas que acreditam que trabalhar junto é ir mais longe.

Motivados pelo mercado crescente dos cafés especiais, Alessandro com a sua família começaram a investir na qualidade do café em 2010. A mudança do consumo de cafés de qualidade despertou a paixão da família em produzir cafés que pudessem se diferenciar na xícara.

A recompensa foi muito além da financeira, a grande motivação para que continuem o trabalho é, acima de tudo, o reconhecimento do consumidor que se surpreende com a bebida dos grãos produzidos pelas mãos da família Hervaz.

E isso fecha tudo. Sensação de dever cumprido, com orgulho de ser produtor rural, o café mudou a vida da família, levando mais dignidade e paixão na profissão para Alessandro e a sua família.

Sobre o Café

Alessandro começou em 2016 um novo projeto microlotes na sua região. Ele, junto com seu irmão Fernando, plantou lavouras com as variedades bourbon amarelo e mundo novo nas áreas mais altas possíveis, entre 1.470 a 1.516m de altitude. Hoje, uma das lavouras mais altas do Brasil.

Além disso, trabalha esses lotes exclusivamente com colheita seletiva e conta com um trabalho excepcional de pós colheita, tanto no terreiro quanto no beneficiamento.

O trabalho duro de Alessandro traz hoje os resultados na xícara. Em 2018, colheu os primeiros microlotes plantados no alto da serra e o resultado é o que selecionamos para vocês. Um café colhido grão a grão, em uma colheita seletiva e cuidadosa, passou pelo processamento natural e secado em terreiro suspenso.

O café, que recebeu o nome de Príncipe de Ouro, apresenta fragrância e aroma doces, com notas cítricas e toque de cedro.

Possui sabor adocicado com notas de calda de abacaxi e doce de laranja.

Tem acidez cítrica com corpo médio e cremoso. A finalização é longa, doce e refrescante.

Um reflexo na xícara de todo empenho e motivação da família Hervaz que encontrou, no café, dignidade e muita paixão!

Veja abaixo as certificações que essa fazenda possui:

Fairtrade

E aí? Gostou do que viu?

Não perca tempo e adquira já o melhor café que você já fez.

Quero esse café R$ 29,80

Forma de pagamento

Mastercard
Visa
Amex
Elo
Diners
Hiper