Fruta Cor
Sítio São Joaquim
Origem Joaquim Távora, PR
Produtor Ceres Trindade e Aparecido Joaquim de Oliveira
Variedade Arara
Processo de produção Natural
Perfil de torra Média
Sabor Notas de kiwi, maçã verde, uva branca, pimenta rosa e pimentão
Acidez Málica, cítrica e com leve tartárica
Finalização Longa

Conheça o produtor por trás desse café

Sobre a Fazenda

O Sítio São Joaquim é um recanto de histórias de gerações. A propriedade que fica localizada na região do Norte Pioneiro do Paraná, na cidade de Joaquim Távora, produz café desde 1929. Hoje, é a Ceres Trindade, seu irmão Gabriel e seu pai Joaquim que comandam o legado da família. Ceres é a quarta geração de produtores de café da família e conta como que tudo começou com o seu bisavô.

A história do Sítio com a produção de cafés especiais começou quando a Ceres apresentou uma amostra em um treinamento de provas de café. As pessoas do treinamento gostaram e incentivaram ela a aprimorar os cafés e a participar de concursos. Foi em 2015 que ela descobriu que as terras da família poderiam produzir cafés especiais de alta qualidade e naquele mesmo ano, Ceres foi campeã paranaense de qualidade de café.

Ceres é muito grata pelo apoio e incentivo dado pela associação das mulheres do café. Foi esse projeto que deu a ela o incentivo para participar de treinamentos e aprimorar o seu conhecimento pelo café. É um projeto que tem muito destaque na região e que começou em 2013. Hoje, o projeto conta com mais de 300 mulheres produtoras de café e a Ceres se orgulha muito em fazer parte dele.

No Sítio, já foi plantado de tudo. Ainda, produção de leite, de gado, mas o café sempre esteve presente com destaque, conta Joaquim. O pai de Ceres se orgulha em dizer que o café está no sangue da família. Ele nasceu e foi criado na propriedade e tudo que ele conhece e põe em prática hoje, ele aprendeu com o seu avô, que chegou lá em 1929.

Joaquim conta dos desafios em produzir café na região. O Paraná é um estado com muito risco de geadas e algumas já até acabaram com todas as plantações de café da região. Na geada de 1975, onde surpreendentemente, o seu pai enterrou mudinha por mudinha de café e foram os únicos cafés que sobreviveram da região. Ceres conta como ele se orgulhava e fazia questão em mostrar para todo mundo os pés de café.

Gabriel, irmão de Ceres também teve contato com o café desde criança. Conforme ele foi crescendo, foi aprendendo tudo sobre café. Atualmente, ele busca aprimorar nos cafés especiais desde quando a Ceres começou a mostrar a qualidade dos café da família em concursos.

Seu Joaquim se orgulha em compartilhar o resultado de um trabalho completo, onde todos da família participam desde o plantio da muda até ensacar os cafés. O café é a única paixão que persiste no Sítio e a família quer que as pessoas que forem bebê-lo, tenham o mesmo prazer de tomar, como eles tiveram para produzir.

Sobre o Café

Esse café que selecionamos é o primeiro talhão da variedade arara de Ceres. Ela conta como todo o processo é cuidadoso, como a espera do ponto ideal de colheita, o cuidado em lavar, secar. O café foi produzido a 700m e passou pelo processo natural.

Na xícara, possui fragrância e aroma de chocolate ao leite, amêndoas, pimentão e leve pimenta rosa. Possui sabor marcante com notas de kiwi, pimentão, pimenta rosa, maçã verde e uva branca.

A acidez é delicada, málica e cítrica com leve tartárica. Tem corpo médio e finalização longa.

E aí? Gostou do que viu?

Não perca tempo e adquira já o melhor café que você já fez.

Quero esse café R$ 29,80

Forma de pagamento