Bosque dos Ventos
Fazenda Alto da Serra
Origem Ilicínea, MG
Produtor Valdeci Nascimento e Hudson Vilela
Variedade Catuaí Amarelo
Processo de produção Natural
Perfil de torra Média Escura
Sabor Notas de chocolate ao leite, cedro, lima e leve herbal
Acidez Cítrica
Finalização Longa e doce

Conheça o produtor por trás desse café

Sobre a Fazenda

É no alto das serras de Ilicínea/MG que esta família apaixonada por café decidiu se unir para realizar um sonho em comum: o Hudson com a sua esposa Lilian, se juntaram com o pai dela, Valdeci, e a sua esposa, Simone. A família começou a produzir cafés de qualidade do zero em uma terra inabitada no alto das serras do Sul de Minas. Hoje a Fazenda recebe o nome de Alto da Serra, o que faz jus à altitude e beleza das paisagens.

A fazenda, que hoje produz cafés especiais premiados em concursos pelo Brasil, nem sempre foi assim. Lá em 2014, quando a família decidiu unificar o sonho em ter uma terra para cultivar cafés especiais, nem todos acreditaram no potencial da região. Por ser uma região bem montanhosa e com muita pedra, as pessoas duvidaram que daquelas terras poderiam sair cafés de alta qualidade. Mas foi com muita persistência, promessas e trabalho duro que a família mudou os rumos das terras e foram surpreendidos com o potencial daquele terroir.

A família enfrentou uma pequena dificuldade no manejo da lavoura. Por ser situada no alto da serra, a incidência de vento atrapalha no desenvolvimento e produtividade dos cafés. Como alternativa, plantaram quebra-ventos naturais: pés de capim napier que barram o vento e protegem os pés de café. Uma alternativa ecológica de garantir a qualidade e produtividade dos cafés, com respeito à terra.

O resultado positivo logo foi visto na primeira colheita. Depois de apanhar todos os frutos maduros manualmente, a família conseguiu encher uma saca de café. Essa saca de café foi a prova que precisavam: eles foram para Belo Horizonte e distribuíram amostras em uma feira de café. Os grãos da primeira colheita foram bem recebidos e todos se encantaram pelo café.

Isso é a soma de um sonho que se realizou a partir de muita determinação e amor pelo café. Lilian conta que todo o trabalho na fazenda é feito com tempo; cada etapa é feita minuciosamente para que o resultado na xícara seja surpreendente, pois o café é um alimento que carrega sonhos e histórias.

Hoje a família busca aperfeiçoar todos os tratos e manejos da fazenda. O resultado da dedicação em busca por conhecimento é refletido nos cafés que, em 2018, subiram no pódio entre os melhores do Cup Of Excellence.

O segredo dos cafés da Fazenda Alto da Serra, além da altitude, o terroir e o manejo, com certeza é todo o carinho e dedicação de toda uma família. Começar do zero e persistir em um sonho em conjunto é um exemplo de força e de acreditar no que ama. Os cafés da fazenda transmitem todo esse cuidado, respeito pelo tempo e o mais importante, a persistência em sempre entregar o máximo de qualidade.

Sobre o Café

Produzido sob as serras do Sul de Minas, a mais de 1.340m de altitude, o café escolhido da Fazenda Alto da Serra é a essência de quando se une terroir, cuidado e amor. Este café, da variedade catuaí amarelo passou pelo processo natural com secagem em secador estático. A colheita foi feita apenas dos frutos maduros e de forma completamente manual.

Na xícara este café apresenta fragrância e aroma de chocolate ao leite, herbal, cedro e lima.

No sabor, possui notas intensas de chocolate e amêndoa. Sua acidez é cítrica média, com corpo licoroso e uma finalização média e doce. Possui 84 pontos no protocolo SCA.

E aí? Gostou do que viu?

Não perca tempo e adquira já o melhor café que você já fez.

Quero esse café R$ 29,80

Forma de pagamento